"> Mobilização para criação do Conselho da APA do Preguiças é realizado na cidade de Tutóia - Blog Neto Pimentel

sábado, 19 de agosto de 2017

Mobilização para criação do Conselho da APA do Preguiças é realizado na cidade de Tutóia


Secretários de Meio Ambiente e ambientalistas dos municípios de Araioses, Paulino Neves, Tutóia, Água Doce do Maranhão e Barreirinhas estiveram reunidos na tarde de ontem (18,08) no Auditório da Secretaria de Educação de Tutóia para discutir a formação do Conselho Consultivo da Área de Proteção Ambiental da Foz do Rio das Preguiças - Pequenos Lençóis - Região Lagunar Adjacente. 

Paulo Rocha (Meio Ambiente de paulino Neves), Antonio Amaral (representando o prefeito de Tutóia), Janaina Dantas (Superintendente de Áreas Protegidas da SEMA), Dion Almeida (Sec. Meio Ambiente de Barreirinhas), Robson Medeiros (Sec. de Meio Ambiente de Água Doce), Edvaldo Portela (Sec. de Meio Ambiente de Araioses)

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Estado do Maranhão (SEMA) mobilizou a sociedade civil organizada, o setor privado, o setor público e a comunidade em geral para participar desta que a foi a primeira reunião.

A APA da Foz do Rio das Preguiças - Pequenos Lençóis - Região Lagunar Adjacente é uma Unidade de Conservação Estadual gerida pela SEMA através da Superintendência de Biodiversidade e Áreas Protegidas (SBAP), que na ocasião discutirá sobre a importância da participação dos municípios na formação do Conselho Consultivo da Unidade.

Vários questionamentos foram levantados sobre conservação, preservação e impactos de empreendimentos que estão sendo implementados na região como parques eólicos, linhas de transmissão de energia, degradação de áreas de nascentes e outros.

O professor Elivaldo Ramos, em sua fala destacou a degradação porque passam rios da região como Bom Gosto, Barro Duro (Tutóia), Santa Rosa (Araioses), Magu (Santana), Preguiças (Barreirinhas) e Rio Novo (Paulino Neves), especialmente, nas áreas de nascentes.

Rafaela Brito - no destaque - Oceanógrafa da SEMA

Professor Elivaldo Ramos

O professor indagou ainda da SEMA sobre quais programas do governo do estado para essa questão ambiental no Maranhão e em especial para essa região e se há um mapeamento dessas áreas com o objetivo de preservá-las.


Contador Rodrigues e equipe da SEMA

Vários outros professores, secretários, representantes de sindicatos e associações e ambientalistas fizeram arguições quanto a atuação da SEMA nesses municípios. Destacaram ainda que vários crimes ambientais estão sendo cometidos na região.



Nenhum comentário:

Postar um comentário