"> TUTÓIA: Após dois dias de Paralisação, Prefeitura e Sindicato dos Servidores entram em acordo - Blog Neto Pimentel

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

TUTÓIA: Após dois dias de Paralisação, Prefeitura e Sindicato dos Servidores entram em acordo

Reunião no Gabinete do Prefeito, entre comissão de servidores, vereadores, prefeito e assessores 

Na manhã de ontem, terça-feira (15), os servidores se reuniram em frente à SEMED – Secretaria Municipal de Educação, e em seguida fizeram uma manifestação pelas principais ruas da cidade entoando o grito “povo na rua, prefeito a culpa é sua”, e logo após estiveram reunidos com a Secretária de Educação, Mariana Aquino e o Procurador do Município, Thiago Couto, na escola São Judas Tadeu.


Várias categorias de servidores fizeram questionamentos ao governo quanto à manutenção da carga horária de 6 horas, posicionamento sobre pagamento do restante do salário dos professores e adicionais a quem fazem jus os servidores.

Os questionamentos foram bastante incisivos, a discussão não avançou e ficou acertada uma reunião com vereadores e o prefeito Romildo, no fim da tarde de ontem. 

A reunião foi realiza entre o prefeito e uma comissão formada por funcionários públicos e vereadores.





Resumo da reunião no Gabinete do Prefeito


Foram horas de negociações, cada representante apresentou sua contra proposta para o prefeito. E aos poucos os funcionários e administração foram entrando em consenso.

A comissão composta com vereadores e um servidor de cada categoria reuniu (inclusive, com não sócios) das 18:00 às 20:40 h no gabinete do prefeito Romildo pedindo posicionamento sobre as demandas já relatadas. Entre muitos acordos que constarão de um documento a ser assinado pelas partes na manhã desta quarta-feira e será postado nos grupos e páginas oficiais do Sindicato, foi mantida a carga horária dos OSDs e funções administrativas (6 horas diárias) até a elaboração de um plano de carreira, o que para o Sindicato, considera-se uma conquista.

Servidores da Saúde, vigias e Guardas terão deferimentos sobre adicionais até o pagamento de setembro. Quanto aos professores, o pagamento dos 40% será feito tão logo entre recursos nas contas do FUNDEB, e, o pagamento do mês de agosto terá posicionamento a partir do final deste mesmo mês. Outras discussões constarão do documento oficial.

Cabe ressaltar, este acordo foi acatado por todas as categorias eleitas na reunião realizada na Escola São Judas para representar todas as funções. Ou seja, não é um acordo apenas da diretoria do Sindicato.

Ficou acertado ainda que os professores e as outras categorias retornem às atividades já nesta quarta-feira (16) e que os dois dias de paralisação não serão descontados com o compromisso de serem repostos no final do ano.


Veja algumas imagens dos dois dias de paralisação

   

   

   

   

   

   

   

   



Colaboração: Ariston Caldas e Paulo Silva 




Nenhum comentário:

Postar um comentário