"> Eleições Estaduais... Termômetro para as municipais - Blog Neto Pimentel

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Eleições Estaduais... Termômetro para as municipais



Ao se aproximar o dia 7 de outubro, data que ocorrerá as eleições estaduais, torna-se perceptível o aumento das movimentações pelas cidades, principalmente dos grupos e líderes que almejam disputar cargo majoritário nas vindouras eleições municipais.

Se fizermos uma abordagem histórica em pleitos de outrora, haveremos de encontrar indicativos que evidenciaram sucessos e fracassos, onde o resultado da estadual refletiu na municipal. È bem verdade, que não é uma regra, e como disse o ex-governador de Minas Gerais, Magalhães Pinto, “Política é como nuvem. Você olha e ela esta de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”, mas todo líder político que preze por seu respaldo, sabe que a totalidade de votos obtidos por candidatos que dedicará apoio, principalmente ao poder Legislativo Estadual e Federal, refletirá no tamanho de sua liderança, dando-lhe fôlego e densidade para disputas e composições em eventuais alianças.

Nestas eleições, no ápice da crise econômica que afetou drasticamente os municípios, ocasionando insatisfações em muitos modelos administrativos empregados sem consonância com as gerências de cunho mais popular, obrigará gestores a ter maior habilidade e perspicácia, na busca por expressividade nos resultados das eleições. De outro lado, oposicionistas municipais, tentarão aproveitasse das fragilidades para angariar desempenhos significativos. Outro fator negativo para os líderes será a falta de confiança do eleitor no voto, que poderá provocar aumento nas abstenções, deixando mais acirrada a disputa pelos chamados votos válidos. Em 2014, quase 20% do eleitorado se absteve de participar do processo democrático de escolha de seus representantes. 

Neste contexto, pode-se aplicar a frase do ativista político americano, Martin Luther King, “Hoje é sempre o dia certo, de fazer as coisas certas, da maneira certa. Depois será tarde.” Logo, erros na condução de um grupo político podem ser refletidos na temperatura dos resultados pretendidos. 



Por Neto Pimentel



Um comentário:

  1. A 5 meses do maior ato Civico de uma Democracia, aqui ainda se pede empréstimo de candidatos. Depreende-se que ao longo desse período a Política do Município de Tutóia não ascendeu quase nada. Falta coragem para se unir e lancar um candidato.

    ResponderExcluir