"> COLÉGIO ALMEIDA GALHARDO - 54 ANOS EDUCANDO. Por professor Gallas - Blog Neto Pimentel

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

COLÉGIO ALMEIDA GALHARDO - 54 ANOS EDUCANDO. Por professor Gallas

Já está tudo pronto para a grande festa que irá comemorar os 54 anos de fundação do Ginásio Almeida Galhardo em Tutóia, no Estado do Maranhão.

O evento, organizado pela professora Maria José Brandão Ramos - a Zezé do Zé Carlos, e mais um grupo de ex-alunos/alunas da primeira turma de concludentes do ginásio, acontecerá nos dias 21 e 22 deste mês e reunirá em uma grande confraternização galhardenses residentes em Tutóia e também os residentes em outas partes do país que já começaram chegar para esta grande festa, como foi o caso do advogado Sérgio Ramos que viajou de automóvel percorrendo quase 5 mil quilômetros de Rondônia ao Maranhão na companhia de sua esposa a sra. Ursula. De Tutóia no Maranhão, o casal aproveitou para dar uma esticadinha até a cidade de Parnaíba no Estado do Piauí para as devidas revisões em seu automóvel.

Na Praça da Graça da esquerda para direita: Sérgio Ramos, sua esposa Ursula, Eu e o Clodomir da Penha Reis (o Mimico)

O evento constará de um Sarau na noite do dia 21, ocasião em que será lançado a coletânea "Pioneiros Galhardenses" - 54 anos de História. Já no sábado acontecerá o Grande Baile Baile da Saudade com a tradicional banda "Os Dragões" da cidada de Piripiri, do Estado do Piauí.

Todas as solenidades acontecerão nos salões da antiga Associação Atlética Banco do Brasil - AABB hoje Jhony Bar e Restaurante.


A coletânea Primeiro Encontro Galhardense foi organizada pelas professoras Maria José Brandão Ramos e Josykarla Ramos de Medeiros da Academia de Ciências Artes e Letras de Tutóia - ACALT e conta a história da fundação do colégio pioneiro na educação ginasial em Tutóia. 

Além dos galhardenses que participam da referida coletânea , tem também um artigo do do poeta e escritor Elmar Carvalho sobre o livro "Almeida Galhardo" - o poeta das gaivotas. 

Elmar Carvalho é juiz aposentado e pertence a diversas academias de letras piauienses dentre as quais Academia Piauiense de Letras - APL e Academia Parnaibana de Letras - APAL.


Nenhum comentário:

Postar um comentário